Eleições Autárquicas 2021 preservadas pelo Arquivo.pt

thumbnail_eleicoes_autarquicas

Milhares páginas eleitorais a preservar antes que desapareçam

No dia 26 de setembro de 2021 realizaram-se as eleições autárquicas em Portugal, evento marcado pela pandemia da Covid-19. A comunicação dos candidatos foi baseada sobretudo nos meios de comunicação social e nas redes sociais.

A informação online que documenta processos eleitorais é de manifesta importância histórica. Contudo, é difícil de identificar porque aparecem e desaparecem rapidamente. No caso das eleições autárquicas, a quantidade de candidatos e a variedade de canais utilizados torna a tarefa ainda mais desafiante.

O Arquivo.pt, tal como em eleições anteriores, lançou uma recolha especial para preservar conteúdos relativos às Autárquicas 2021.

Como foram identificados os conteúdos eleitorais publicados na Web

Começou-se por fazer a identificação manual de conteúdos relacionados com eleições, por concelho e freguesia. Para isso pediu-se ajuda a pessoas e organizações com as seguintes iniciativas:

  • campanha de recolha de endereços Eleições Autárquicas de 2021: precisamos da sua ajuda!
  • pedido de colaboração aos serviços de arquivo dos 308 municípios na identificação de sites eleitorais e candidatos do respetivo concelho
  • pedido aos Partidos para enviarem os nomes dos candidatos cabeças de lista

Destaca-se a utilização do site Eyedata – Social Data Lab que disponibilizou na Web nomes de candidatos de todo o país.  A página da Wikipedia Eleições autárquicas portuguesas de 2021 também foi utilizada como fonte de informação.

A lista com nomes de candidatos por concelho, partido ou coligação serviram para criar pesquisas automáticas no Bing que identificaram os conteúdos eleitorais mais relevantes.

Por exemplo, ao combinar o termo “autárquicas 2021” com o nome de um candidato e do respetivo concelho, obtém-se resultados relacionados com esse candidato, tais como notícias, iniciativas da sua campanha ou a página oficial da sua campanha eleitoral.

Esta metodologia foi aplicada nas Eleições Presidenciais 2021 e nas Eleições Europeias de 2019. O relatório técnico A transnational crawl of the European Parliamentary Elections 2019 detalha a metodologia aplicada.

Recolha de conteúdos e disponibilização no Arquivo.pt

Entre 22 de agosto e 8 de outubro de 2021, o Arquivo.pt recolheu de forma exaustiva páginas relacionadas com as Autárquicas 2021.

A coleção resultante denominada Eleições Autárquicas 2021” (EAWP39) reúne 31 milhões de ficheiros que totalizam 2.7 TeraBytes de informação e estará disponível a partir de outubro de 2022, por respeito ao período de embargo de 1 ano.

Investigadores que queiram realizar estudos acerca das Autárquicas 2021 e necessitem de obter acesso mais cedo aos conteúdos recolhidos podem contactar o Arquivo.pt.

Para saber mais

Memória de festivais e eventos de arte: PARA SEMPRE

Thumbnail-projeto-para-sempre

A Exposição Memória de festivais e eventos de arte propõe um percurso pela cena artística portuguesa presente na Web e inclui uma cronologia destes acontecimentos.

Este produto de informação online é uma apresentação dos resultados de forma sistemática e estruturada do projeto PARA SEMPRE.

cartao-expo-memoria-festivais-e-eventos-de-arte
Exposição online “memória de festivais e eventos de arte” (arteparasempre.wordpress.com)

O segundo produto online do projeto será um diretório de referências de artistas, galerias e projetos na área da arte contemporânea portuguesa a ser disponibilizado durante o ano de 2022, em gulbenkian.pt/biblioteca-arte.

Ciclo de Webinars intitulado Arte para sempre na web

Entre abril e julho de 2021, realizou-se o Ciclo de Webinars intitulado Arte para sempre na web, orientados a uma comunidade de artistas, curadores, galeristas e produtores de eventos, entre outros.

A média de participantes foi de 58 por sessão, os quais avaliaram a sua satisfação, numa escala de 1 a 5, com uma pontuação média de 4,6.

As três sessões tiveram por objetivo a difusão do conhecimento sobre a preservação digital de informação na web e requisitos para a publicação de informação preservável.

Identificação de artistas, galerias e projetos

Começou-se por identificar artistas, galerias e projectos relevantes no panorama artístico português contemporâneo. Partiu-se de um conjunto inicial de 63 agentes (artistas, galerias e projetos), aos quais foram adicionados 573 artistas pertencentes à Colecção Moderna da FCG e à Colecção de Livros de Artista e Edição Independente da BAA – FCG.

Ao longo destes meses foram assim identificados 636 elementos (redes sociais e sítios web ativos em 2020), que foram posteriormente analisados.

As conclusões da análise realizada no âmbito do projeto PARA SEMPRE foram apresentadas no webinar realizado a 1 de julho de 2021, intitulado Arquivar a Web: faça-você-mesmo! 

Para mais informações:

Recolha especial sobre websites e blogues de arte

Em Abril de 2021, 0 Arquivo.pt fez uma recolha especial com base na identificação inicial de artistas, galerias e projetos e obteve 2.8 terabytes de informação preservada.

Gravaram-se novos conteúdos sobre websites de arte, utilizando ferramentas que permitem recolhas com maior qualidade, tais como Brozzler e Webrecorder.

Um projeto colaborativo de curadoria digital

PARA SEMPRE é um projeto de curadoria digital aplicada à informação disponibilizada na web pelos diversos agentes da cena artística portuguesa contemporânea (artistas, galerias e locais híbridos).

Este tem como finalidade principal contribuir para a preservação/reutilização das páginas do passado e do futuro, assegurar a preservação da memória digital da arte portuguesa actual disponível no Arquivo.pt e promover o conhecimento sobre esta temática, apresentando-a de forma sistematizada e estruturada.

A sua criação resulta do encontro de missões de duas organizações: uma que pretende assegurar a preservação da web portuguesa, o Arquivo.pt, e outra que se assume como um agente no desenvolvimento do conhecimento e do saber sobre a arte portuguesa contemporânea, a Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian. Este inscreve-se no âmbito da plataforma ROSSIO (Infraestrutura de Investigação na área das Ciências Sociais, Artes e Humanidades).

Crie narrativas automáticas sobre qualquer tema!

thumnail-exemplo-conta-me-historias-q3

O Arquivo.pt disponibiliza uma nova função que permite criar automaticamente narrativas temporais sobre qualquer tema.

A funcionalidade “Narrativa”, integrada no Arquivo.pt em setembro de 2021, é o resultado da colaboração entre o “Conta-me Histórias”, vencedor do Prémio Arquivo.pt 2018 e o Arquivo.pt.

O projeto “Conta-me Histórias” foi desenvolvido por investigadores do Laboratório de Inteligência Artificial e Apoio a Decisão (LIAADINESCTEC) e afiliados às instituições Instituto Politécnico de TomarCentro de Investigação em Cidades Inteligentes (CI2); Universidade do Porto e Universidade de Innsbruck.

Como funciona?

Quando um utilizador insere um conjunto de palavras acerca de um tema na caixa de pesquisa do Arquivo.pt e clica no botão “Narrativa”, é direcionado para o serviço “Conta-me Histórias”, que por sua vez analisa automaticamente as notícias de 25 websites arquivados pelo Arquivo.pt ao longo do tempo e apresenta ao utilizador uma cronologia de notícias relacionadas com o tema pesquisado.

Por exemplo, se pesquisarmos por “Jorge Sampaio” e carregarmos no botão “Narrativa” (Figura 1), seremos direcionados para o “Conta-me Histórias”, onde obteremos automaticamente uma narrativa de notícias arquivadas (Figura 2).

exemplo-conta-me-historias-narrativa

Figura 1: Resultados da pesquisa de páginas sobre “Jorge Sampaio”.

exemplo-conta-me-historias-2

Figura 2: Narrativa de notícias sobre “Jorge Sampaio” gerada pelo serviço “Conta-me Histórias”.

Crie agora a sua narrativa!

O “Conta-me Histórias” pesquisa, analisa e agrega milhares de resultados para gerar cada narrativa acerca de um tema. Recomenda-se a escolha de palavras descritivas sobre temas bem definidos, personalidades ou eventos para obter boas narrativas.

A criação de uma narrativa é útil para investigadores, jornalistas ou cidadãos que pretendam obter rapidamente uma visão geral acerca da evolução de um tema ao longo do tempo, poupando-lhes assim imenso tempo e trabalho.

Aceda ao Arquivo.pt e experimente criar uma narrativa sobre um tema à sua escolha.

Diga-nos como foi a sua experiência para melhorarmos o serviço!

Vaga nos Serviços Avançados!

A Área de Serviços Avançados da FCT-FCCN, onde se inclui o Arquivo.pt e os Serviços de Vídeo, abriu uma vaga para formação complementar em infraestruturas e serviços de gestão de ciência (bolsa).

As atividades a realizar estarão relacionadas com a formação e disseminação de serviços avançados para investigação científica e ensino superior.

A data limite para a apresentação de candidaturas é dia 27 de outubro de 2017.

Consulte os detalhes de candidatura.

Agradecemos a divulgação desta vaga por potenciais interessados.