thumbnail_memoriafct

Arquivo.pt preserva websites de projectos científicos nacionais

Última atualização em 5 de Janeiro de 2021 às 19:30

Preservar os websites de projectos científicos é importante

Os conteúdos dos websites tendem a desaparecer quando os projetos científicos terminam.

A preservação dos websites de projetos científicos é importante porque:

  • documenta o desenvolvimento dos projetos;
  • assegura o acesso a conteúdos técnicos e científicos únicos que os investigadores publicaram nos websites dos projetos (ex. apresentações, fotografias, conjuntos de dados);
  • reforça a visibilidade dos resultados dos projetos financiados pela FCT.

Recolha experimental dos websites dos projetos de científicos em 2016

O Arquivo.pt recolheu websites de projetos financiados pela FCT em 2016 de forma automática.

A informação acerca destes websites estava dispersa pois não era registada durante o processo administrativo.

Durante cerca 20 anos a FCT financiou projetos científicos, por isso o número de sites poderia ser demasiado elevado para serem identificados manualmente.

Foi então adoptada uma metodologia automática de identificação destes websites desenvolvida pelo Arquivo.pt.

A base de dados da FCT tinha um total de 11 996 entradas de projetos mas não incluía referências a endereços web. Aplicando a metodologia automática foram identificados 7 956 URLs relacionados com os projectos científicos financiados.

A recolha dos conteúdos referenciados por estes endereços resultaram na preservação de 600 721 ficheiros (72 GB), incluindo conteúdos tais como páginas da web de grupos de pesquisa, páginas pessoais de investigadores ou blogs relacionados com os projetos.

Referências online em relatórios de projectos científicos passaram a ser preservadas a partir de 2020

A partir de junho de 2020, os endereços dos websites dos projetos financiados pela FCT passaram obrigatoriamente a ser registados nos relatórios de progresso e final submetidos à FCT.

O Arquivo.pt passou a utilizar estes endereços para preservar o conteúdos de websites de projetos científicos nacionais de forma sistemática.

1ª recolha oficial de websites de projectos científicos

Em junho de 2020, o Arquivo.pt obteve 263 endereços relacionados com 100 projetos científicos a partir dos relatórios financiados pela FCT. Grande parte dos endereços (67%) não tinha qualquer versão anteriormente preservada no Arquivo.pt.

Os endereços obtidos apontam para recursos online tais como os websites dos projetos, unidades de I&D, notícias nos media, artigos em revistas científicas ou repositórios, base de dados, vídeos no Youtube ou páginas do Facebook.

Em julho de 2020, lançou-se uma recolha especial a partir deste conjunto de endereços que resultou em 6,9 GB de informação obtidos a partir da visita a 31 606 URLs.

Exposição acerca de projetos de Investigação & Desenvolvimento

A Memória da Investigação Científica é uma exposição online dedicada aos websites de projetos científicos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) que o Arquivo.pt tem preservado.

Encontram-se também websites das Unidades de Investigação & Desenvolvimento financiadas pela FCT.

Memorial do Arquivo.pt preserva gratuitamente websites científicos

O serviço Memorial do Arquivo.pt tem preservado websites históricos da FCT que foram desativados. Estes foram criados para eventos ou iniciativas que terminaram e por isso os seus conteúdos deixaram de ser actualizados.

Para incluir um website no Memorial, o Arquivo.pt começa por fazer uma recolha de alta qualidade dos seus conteúdos.

Em seguida, os conteúdos recolhidos são validados em colaboração com os responsáveis pelo website.

Finalmente, o endereço do website é redireccionado para os conteúdos que passaram a ser preservados pelo Arquivo.pt.

Por exemplo, se alguém quiser aceder a qualquer página do site do Encontro Arquivos Científicos realizado em 2014, será redirecionado para o Arquivo.pt.

Assim, os conteúdos permanecem acessíveis ao longo do tempo e os links, as referências em comunicações científicas que possam existir não se quebram.

O serviço de preservação digital Memorial do Arquivo.pt não tem custos para websites da comunidade académica e científica, bastando enviar um pedido para contacto@arquivo.pt.

Para saber mais