Acesso a conteúdos arquivados

Acesso e pedidos de remoção.

1. Porque existem sites incompletos ou páginas com imagens em falta?

Isto pode acontecer devido a:

  • inexistência da página quando foi feito o arquivo
  • restrições de recolha que inibiram o seu arquivo, por exemplo, uma imagem de uma página tinha um tamanho máximo superior ao permitido
  • erros de publicação que não permitem arquivar ou reproduzir correctamente a página arquivada

2. Naveguei para fora do Arquivo.pt?

Pode verificar se está a navegar em páginas arquivadas de duas formas:

  • se o endereço que estiver a visualizar na barra de endereço começar por “arquivo.pt” (ex.: http://arquivo.pt/wayback/wayback/id39index1?pos=3&l=pt)
  • se a barra amarela do Arquivo.pt  contendo o logótipo do serviço, URL original e Data de recolha estiver presente no topo da página arquivada

Se nenhuma destas condições se verificar está a navegar na Web actual, ou seja, fora do Arquivo.pt.

3. Porque existem vídeos que parecem ter sido arquivados mas não se conseguem reproduzir?

Porque a tecnologia usada para embeber vídeos em páginas normalmente não permite o arquivo dos seus ficheiros (ex. Flash ou streaming).

4. Consigo usar formulários num site arquivado?

Não.

São arquivados apenas os conteúdos publicados na Web, não sendo possível reproduzir a funcionalidade de mecanismos que dependam de bases de dados, como é o caso dos formulários.

5. É necessário ter JavaScript activado para poder navegar no arquivo?

Sim.
É necessário ter JavaScript activado para visualizar as páginas arquivadas e seguir ligações dentro do Arquivo.pt.

6. Quanto tempo leva até que uma página apareça nas pesquisas sobre o Arquivo.pt?

1 ano.

Os conteúdos arquivados são disponibilizados com um intervalo mínimo de 1 ano após a sua recolha para diminuir a possibilidade de acessos concorrentes com os sites que os publicaram (período de embargo).

7. Posso pedir a remoção de conteúdos da minha autoria que tenham sido arquivados?

Sim.

Para este efeito deverá enviar-nos a lista de todos os endereços a bloquear e as datas correspondentes de arquivo. Deverá ainda fazer prova que os conteúdos são da sua autoria e que não está autorizada a sua divulgação por lei, contrato ou decisão judicial.

Porém, o Arquivo.pt recomenda que só solicite o bloqueio do acesso aos seus conteúdos se este estiver a contribuir para a violação de direitos legalmente protegidos, designadamente direitos de autor ou outros direitos de propriedade industrial.

8. Porque lhe solicitamos que faça a prova acima identificada?

Apenas para impedir o eventual bloqueio de conteúdos por quem não está para o efeito legitimado.

9. Porque é necessário enviar a lista de todos os endereços?

Porque os conteúdos de um sítio Web podem ser da autoria de várias entidades. Até mesmo os conteúdos de uma única página podem pertencer a vários autores. Por exemplo, o texto pode pertencer ao escritor mas uma imagem contida na página pode pertencer a um fotógrafo.

10. Para além dos meus conteúdos, como posso requerer o bloqueio de conteúdos ilegais a que tenha acesso por esta via?

Sempre que tenha conhecimento de que determinado conteúdo a que acedeu é ilegal deverá informar-nos desse facto. Após recepção da notificação e confirmando-se tratar-se de conteúdos cuja ilicitude for manifesta, a FCCN procederá nos termos da Lei n.º 7/2004, de 7 de Janeiro, retirando ou impossibilitando o acesso aos mesmos.