foto Diogo Cunha investigador das mutações nos jornais digitais em Portugal utilizando o Arquivo.pt

Transformações da presença dos jornais portugueses na web

Referência: http://arquivo.pt/jornais

Como mudaram os websites dos jornais?

O projecto “Transformações da presença dos jornais portugueses na web (1996-2016): Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso e Público” foi concebido e desenvolvido integrando o domínio do conhecimento conhecido como Ciências ou Estudos de Comunicação, Media e Jornalismo em articulação com contributos de outros domínios do conhecimento.

O objectivo central do projecto era o de descrever, compreender e explicar a mudança dos layouts dos websites dos jornais portugueses Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso e Público de 1996 a 2016. Por conseguinte, as questões colocadas à partida foram as seguintes:

  • Como mudaram esses websites ao longo do tempo?
  • O que significam, cultural, económica e politicamente tais mudanças?

Para realizar este objectivo, foi necessário colocar questões emergentes do actual ecossistema digital no âmbito do jornalismo e da investigação científico-social sobre jornalismo utilizando arquivos da web, em particular o Arquivo.pt.

A investigação revelou a mudança de desenho regular dos vários websites dos jornais estudados, tendo sido apresentado um conjunto principal de tendências gerais de desenvolvimento:

  • As páginas web são progressivamente mais extensas e orientadas de forma vertical;
  • As páginas web mostram uma estabilidade estética gradual, consolidando a identidade visual do jornal ao longo do tempo;
  • As mudanças são cada vez mais difíceis de notar, na medida em que são sucessivamente mais microestruturais;
  • Surgem gradativamente mais imagens e vídeos incorporados, muitas vezes enquadrados em galerias, o número de hiperligações, botões, menus de navegação e barras de scroll aumentam também pouco a pouco;
  • As mudanças gráficas, tal como as mudanças de endereços da web, são muitas vezes modeladas pelas relações das empresas de media com empresas de audiovisual e telecomunicações.

Investigação em comunicação a partir dos arquivos da web

Para além da resposta às perguntas principais, a colocação de questões emergentes permitiu compreender dois aspectos centrais para consolidar a presente investigação e que podem servir de pista importante para investigações futuras:

  • Os arquivos da web são estruturas fundamentais para preservação de materiais característicos do actual modo de organização social e é, por isso mesmo, importante que os cientistas sociais os problematizem, para que os possam não só utilizar como compreender;
  • Os websites actuais dos jornais estudados têm problemas de preservabilidade de ordem variada e, como revelam a revisão bibliográfica e os contactos realizados no âmbito da presente investigação com responsáveis dos jornais e das empresas de media estudados, estes jornais e empresas parecem não estar acostumados à ideia de preservação da web, o que permite sublinhar a relevância dos arquivos da web em geral e do Arquivo.pt em particular.

Resultados

  • Diogo Silva da Cunha, “Mutações Tecnológicas das Interfaces dos Media Online: o caso dos sites da imprensa escrita generalista portuguesa – apresentação de um projecto de investigação” (programa, vídeo, slides), Comunicação nas Jornadas FCCN 2017, 21 de Abril de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “Mutações Tecnológicas das Interfaces dos Media Online” (vídeo, slides), Aula Aberta no Mestrado de Novos Media e Práticas Web na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 10 de Maio de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, Mutações Tecnológicas das Interfaces dos Media Online, Vídeo institucional (vídeo), 8 de Junho de 2017.
  • Diogo Silva da Cunha, Transformações da presença dos jornais portugueses na web (1996-2016): Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso e Público. Relatório final de um estudo de caso do projecto “Investiga XXI”, 31 de Julho de 2017, actualizado em Dezembro de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “A análise de páginas web em arquivos da web como análise de imagens: casos do jornalismo português a partir do Arquivo.pt” (programa, slides, resumo), Comunicação no II Encontro de Cultura Visual, 15 de Setembro de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “The concept of ‘research route’ as a methodological basis for social analysis of web archives, with special attention to the transformations of the websites of Portuguese newspapers as a case study” (programa, slides, resumo), Comunicação em inglês na Conferência Big Data on Human and Social Sciences. History, Issues and Challenges, 6 de Novembro de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “Transformações da presença dos jornais portugueses na web (1996-2016): Correio da Manhã, Diário de Notícias, Expresso e Público” (programa, vídeo, slides), Comunicação no Evento Arquivo.pt 2017, 8 de Novembro de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “Transformações dos websites dos jornais portugueses: Correio da ManhãDiário de NotíciasExpresso e Público (1996-2016)” (programa, slides, resumo), Comunicação no Congresso Ibercom 2017, 18 de Novembro de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “Transformações dos websites dos jornais portugueses: Correio da ManhãDiário de NotíciasExpresso e Público (1996-2016)”, Artigo (24 páginas) no Livro de Actas do Congresso Ibercom 2017, a aguardar publicação (pre-print);
  • Diogo Silva da Cunha, “Implicações onto-epistemológicas da reconfiguração do arquivo na era informacional” (programa, slides, resumo), Comunicação no X Congresso da Sopcom, 27 de Novembro de 2017;
  • Diogo Silva da Cunha, “Today’s news to be forgotten tomorrow?”, Notícia em inglês no Blog do International Internet Preservation Consortium, a aguardar confirmação de aceitação (pre-print).

 

 

Ver formulário de candidatura e apresentação da proposta inicial.